O corpo e suas terminações subjetivas

Outro dia fui a um médico urologista que se achava o grande mago da medicina. Tentei fazer um histórico – juro, bem resumido – sobre quando começaram as infecções urinárias, como as havia tratado, o que melhorou, o que não fez diferença… Ele não olhou para a minha cara durante toda a consulta – médico de convênio? – e me fazia umas perguntas estranhas… Você urina de pé? Confesso que fiquei um pouco perdida e não sabia o que responder. Como assim se eu urino de pé? Bem, ao fim da ultra-plus-mega rápida consulta, ele se levantou com suas guias de exame na mão. Estudo urodinâmico e Uretocistografia miccional. Perguntei para ele, mas vc não me diz nada sobre o que pensa dessas infecções todas? E ele fazia uma cara marcada a ferro por um sorriso bem artificial… Muito estranho mesmo. Ele não me examinou. Mal olhou para mim, na verdade.

Sai meio apressada do consultório… Que sensação péssima de ter sido mandada pra fora. 

Olha, sinceramente, fiz um dos exames. O estudo urodinâmico. É bem desagradável e é indicado para mulheres com incontinência. Uma enfermeira coloca dentro da sua uretra uma sonda. É bem constrangedor e lembro de chorar antes de entrar na sala de exame. No fim, passa rápido e não dói. Mas depois você tem que tomar um antibiótico por três dias, caso a sonda jogue uma bactéria na bexiga. É estranho e, como disse, não vejo razão para fazer. Os dois exames prescritos pelo médico-arrogante são indicados quando há uma suspeita mais palpável de refluxo de urina. Geralmente isso aparece em crianças, bebês. Não é o meu caso e ele parece não se importar.  

Acho estranho quando o médico apenas conversa com você quando está com um exame nas mãos. Será que eles conseguem entender, de fato, o corpo humano? E se entendessem de fato, não saberiam que o corpo precisa se sentir à vontade para dar sinais das coisas? Doenças e saúde.

Sobre mulherescalmas

Mulher. Por que não dividir informações que aprendi ao longo da vida sobre como cuidar de mim e da minha saúde?
Esta entrada foi publicada em Saúde. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s